FINANCIAMENTO HABITACIONAL DA CAIXA

Imagine um modelo de negócio que pode facilitar bastante a realização do seu sonho da casa própria. Sim, é possível. O financiamento habitacional da Caixa Econômica federal consegue adaptar as necessidades do cliente à sua renda, assim oferecendo um serviço bastante justo.

Mas como funciona, de fato, a obtenção desse financiamento?

Basicamente, o processo é dividido em até 3 etapas:

  • Aprovação e cadastro de crédito – Nesta etapa, o cliente faz uma simulação e em seguida a estatal faz uma análise dos dados e da documentação para, então, aprovar o crédito solicitado.
  • Avaliação do imóvel – No caso do financiamento basear-se na compra de um imóvel já existente, deve-se existir essa etapa, para que os engenheiros da caixa possam fazer uma análise tanto do imóvel, quanto da documentação dos vendedores.
  • Entrega dos documentos e contrato – Com a documentação validada, o contratante já está pronto para assinar o contrato. É o sonho da casa própria realizado.

Os juros de um financiamento habitacional na Caixa são baseados em três fatores: em quanto tempo a dívida será quitada, a renda do contratante e o valor do imóvel. Quanto maior o orçamento da família ou o preço da casa, mais altos serão os juros, pois o banco entende que você tem mais condições de pagar essa dívida.

Chegamos a um ponto bastante relevante. E se a casa que você quer construir for supervalorizada? E se os cálculos do orçamento da construção do seu imóvel forem feitos sem cautela ou por alguém sem a devida qualificação para isso? Muito se fala da contratação de um projeto orçamentário, essencial para que se possa ter um verdadeiro controle de gastos e que os mesmos sejam previstos e gerenciados com precisão e inteligência. Vale ressaltar que para as modalidades de crédito “Aquisição de terreno e construção” e “Construção em terreno próprio” o projeto orçamentário é um dos documentos exigidos pela Caixa Econômica Federal (saiba mais sobre o projeto clicando aqui).

Ainda falando sobre juros, uma grande vantagem de fazer um financiamento através da Caixa, é que o banco geralmente cobra taxas menores que os outros. Além disso, os prazos são bastante atrativos, pois pode ser liberado um pagamento em até 35 anos.

Mais uma facilidade que o banco oferece é a utilização do FGTS. O fundo pode ser utilizado nas seguintes situações:

  • Utilizar como entrada no financiamento;
  • Amortizar o saldo devedor, ou seja, reduzir o prazo ou valor do encargo;
  • Pagar até 80% do valor da prestação;
  • Liquidar o saldo devedor.

Para que não restem dúvidas, a Caixa oferece diversos canais de comunicação para você entrar em contato sempre que quiser:

  • O SAC CAIXA recebe reclamações, sugestões e elogios todos os dias da semana, 24h por dia,
    pelo número 0800 726 0101. O prazo para resposta é de até cinco dias úteis;
  • O atendimento especializado recebe ligações de clientes com deficiência auditiva ou de fala,
    pelo número 0800 726 2492;